segunda-feira, 20 de junho de 2011

Sérgio Cabral e família foram no "jatinho" do Eike Batista para a Bahia

.
Sérgio Cabral e família foram no "jatinho" do empresário Eike Batista para a Bahia, onde depois embarcaram de helicóptero para a festa de aniversário de Fernando Cavendish (clique aqui e leia), dono da Delta Construtora, e campeã de contratos com o Governo do Rio.

Sinceramente, Sérgio Cabral deve muitas explicações ao povo do Rio de Janeiro.

Reprodução da Revista Veja on line

Foi no jato de Eike Batista que Sérgio Cabral foi para a Bahia na sexta-feira passada, antes do acidente que vitimou as sete pessoas que viajavam no helicóptero Esquilo.

Por Lauro Jardim

9 comentários:

  1. Pô, até em carro velho está difícil descolar uma carona. quem manda não ter amigos poderosos?

    ResponderExcluir
  2. Não foram apenas o sérginho BLINDADO PELA MÍDIA DO RJ cabral e família.
    Alguns membros da sua quadr..., digo secretariado, também foram.

    A farra ia ser da boa.
    Quem iria bancar o 0800 milionário?????????????
    Amizade purinhaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Se o pinóquio tivesse morrido, quantos dias a globo, record, tupi, etc ficariam de luto$$$$$$$$$$$

    ResponderExcluir
  4. Desastre aéreo revela elo de Cabral com empreiteiro

    Foto: DIVULGAÇÃO

    QUEDA DE HELICÓPTERO NA BAHIA APONTA RELAÇÃO PERIGOSA ENTRE O GOVERNADOR SERGIO CABRAL E O PATRÃO DA DELTA ENGENHARIA, FERNANDO CAVENDISH; DONA DO APARELHO, EMPREITEIRA É A CAMPEÃ DE CONTRATOS NO RIO, COMO O DA REFORMA DO MARACANÃ

    20 de Junho de 2011 às 16:33

    247 – Há que se respeitar a dor das vítimas da tragédia aérea na Bahia, mas o acidente com o helicóptero Esquilo revelou uma relação próxima demais – e também perigosa – entre o governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, e o empreiteiro Fernando Cavendish, dono da Delta Engenharia. Cavendish é o proprietário do helicóptero Esquilo que caiu na em Trancoso, na última sexta-feira. Sua família, assim como a do governador Cabral, estava hospedada no Jacumã Resort, no litoral baiano. O próprio Cabral chegou a voar no helicóptero, que era conduzido por um piloto sem licença, antes da queda. As relações entre as famílias são tão próximas que, em Trancoso, também estavam o filho de Cabral, Marco Antônio, que perdeu a namorada Mariana Noleto, e a esposa de Cavendish, Jordana Kfuri, ainda desaparecida.

    A Delta é uma das empresas com mais contratos no Rio de Janeiro. Ela faz parte, por exemplo, do consórcio que irá reformar o estádio do Maracanã, cujo orçamento saltou de R$ 459 milhões para R$ 1 bilhão. Recentemente, Cavendish foi também citado numa reportagem com o seu ex-sócio Romênio Marcelino Machado, que foi perguntado sobre a participação da Delta nas obras do Maracanã. “A Delta está no consórcio que venceu a licitação. A obra mal começou e já teve o preço elevado para mais de R$ 1 bilhão. Isso é uma vergonha. E quem veio a público fazer a defesa da obra? O governador Sérgio Cabral. O Cavendish é amigo íntimo do Sérgio Cabral. Isso é uma vergonha”, disse Romênio. A Delta Engenharia também participa de outra grande obra no Rio de Janeiro, uma das principais do Estado, que é a construção do complexo petroquímico de Itaboraí, em parceria com a Petrobras.

    Neste ano, a Delta foi também a empreiteira que recebeu a maior fatia das verbas já liberadas do PAC: R$ 254,6 milhões, até agora. A assessoria do governo do Rio informou que Sergio Cabral só chegou a Porto Seguro depois do acidente, para prestar solidariedade às vítimas. Mas o prefeito de Porto Seguro, Gilberto Abade, declarou que esteve com Cabral na manhã de sexta-feira, antes do acidente, e afirmou que o governador do Rio estava a passeio na Bahia. Consta ainda que as famílias de Cabral e Cavendish almoçaram juntas, na sexta-feira, no Villa Vignogle Terravista Resort. E que depois disso todos passaram a ser transportados, em pequenos grupos, de helicóptero ao Jacumã Ocean Resort. Cabral tomou o primeiro voo. As vítimas entraram no segundo.

    Fonte: Blog Brasil 247

    ResponderExcluir
  5. QUEM SERIAM OS OUTROS CINCO SÓCIOS?????????????


    Reprodução parcial do jornal O Dia on line

    Habilitação de piloto estava vencida há seis anos

    O empresário Marcelo Mattoso de Almeida, 48 anos, que pilotava o helicóptero modelo Esquilo PR-OMO — que caiu sexta-feira na Praia de Itapororoca, em Porto Seguro (BA), com sete pessoas, incluindo a namorada do filho do governador Sérgio Cabral —, estava há seis anos com habilitação vencida para esse tipo de aeronave, segundo o site da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Quatro pessoas morreram no acidente e três estão desaparecidas.

    (....)

    Investimento de milhões em resort de luxo

    O Jacumã Ocean Resort, para onde ia o helicóptero, é um empreendimento milionário no Sul da Bahia. Construído por seis empresários, é destino frequente de integrantes da alta sociedade carioca.
    Um dos sócios era o piloto Marcelo Almeida, da incorporadora The First Class Group.

    Apenas em infraestrutura, os empresários já investiram R$ 7 milhões no resort. A manutenção e despesas com os 50 empregados do resort custam R$ 120 mil por mês. Para entrar no local, só com a aprovação de todos os sócios

    ResponderExcluir
  6. Francamente, não tenho dúvidas de que essa relação com a Delta já existia desde antes de Cabral se eleger governador. O problema todo é que o povo, em geral, não tem discenimento, senso crítico ou disposição para pensar - muito menos investigar - a política. Parece que a maioria só quer saber de funk e pagode. Aí, 'mermão', o resultado é esse.

    Já há algum tempo temos ferramentas com o site Transparência Brasil. Que, já em 2006, mostrava quem eram os maiores doadores dos candidatos à governador, em todo o país. Bancos e empreiteras encabeçaram duas vezes as campanhas de Cabral. Concessionárias de serviços públicos, como empresas de ônibus, não podem doar. Teoricamente. Mas e o Caixa 2, que todos sabem que existe? E o Metrô Rio, que pertence a uma empreiteira?

    É aquilo que "todo o mundo" já sabe. Que Cabral anda na alta roda. Não por acaso. Enquanto isso, essa situação escandalosa das UPAS. UPP que, novamente, não prende ninguém.

    Na invasão da Vila Cruzeiro e Alemão, o secretário Beltrame foi enfático: "SOU CONTRA AVISAR, POR MIM NÃO AVISAVA". Podem pesquisar aí no Google. Deve ter levado um puxão de orelha daqueles, pois mudou repentinamente. Claro. Diante da TV, ninguém pode morrer. Os canalhas vão matar em outro lugar e fica por isso mesmo.

    E aí? Quem ganha com a supervalorização dos imóveis - como jamais visto na história - em áreas nem tão próximas das UPPS?

    1+1 = BANCOS + CONSTRUTORAS. Que são os verdadeiros donos dos imóveis (a ampla maioria financiou, destes, muitos deixaram de pagar).

    Taí o golpe de mestre. Como o Bilhete Único. Não é nenhuma teoria da conspiração não. É a realidade.

    ResponderExcluir
  7. QUEM SERIAM OS OUTROS CINCO SÓCIOS?????????????

    Isso eu não sei, mas o google informa :

    PF prende diretor da Delta Construções em Belém

    http://www.estadao.com.br/noticias/geral,pf-prende-diretor-da-delta-construcoes-em-belem,591016,0.htm


    O empresário Aluizio Alves de Souza, um dos diretores da empresa Delta Construções, foi preso hoje pela Polícia Federal (PF) em Belém, onde reside. Ele é investigado desde o ano passado por envolvimento em suposto esquema criminoso de fraudes em licitações, superfaturamento, desvio de verbas públicas e pagamentos indevidos em obras de infraestrutura rodoviária realizadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes do Ceará (DNIT/CE).

    A Delta é a mesma empresa que alugou em julho, para o governo do Pará, 450 carros de passeio por R$ 20 milhões para uso em serviço de combate à criminalidade nas ruas de cinco cidades do Estado. O Ministério Público e o Tribunal de Contas do Pará investigam o contrato, que apresenta indícios de irregularidades.

    ResponderExcluir
  8. PELO VISTO O LICENCIAMENTO DO GAYVERNADOR É APENAS PARA ÊLE JUNTO COM SEUS CONSULTORES ARMAR MAIS UMA FARSA,PREPARAR MAIS UMA ENTREVISTA COLETIVA,COM A GLOBO,CRIAR FACTÓIDES E TENTAR VOLTAR DE FORMA TRIUNFAL,JÁ QUE OS PODÊRES LEGISLATIVO,EXECUTIVO,E PRINCIPALMENTE JUDICIÁRIO FINGEM,NÃO SABER DE NADA.
    TÁ DE SACANAGEM COMIIGO NÉ!
    CASO FOSSE DO DEM JÁ TERIA SIDO PRÊSO E DESTITUÍDO DO PODER.
    JOSÈ ROBERTO ARRUDA,PERTO DO CABRAL É UMA FREIRA!
    E A POLÍCIA FEDERAL TAMBÉM DEIXOU-SE DOMINAR.

    ResponderExcluir
  9. Sem comentário. Tô pasma!!!!!!!!

    ResponderExcluir